Terremoto na Nova Zelândia deixa pelo menos 65 mortos

Pelo menos 65 pessoas morreram em um terremoto de magnitude 6,3, seguido por um outro de magnitude 5,6, que sacudiu a cidade de Christchurch, a segunda maior da Nova Zelândia, às 12h51, no horário local (20h51 de segunda-feira em Brasília), a informação sobre o número de mortos é do primeiro-ministro John Rey. A emissora nacional de rádio NZ disse que o tremor de terra provocou extensos danos a imóveis em Christchurch e ocasionou o desabamento de uma igreja na cidade. Dois ônibus foram soterrados e a TV local mostrou corpos sendo retirados dos escombros espalhados pelo centro. Diante dos tremores, o aeroporto de Christchurch foi fechado e houve o esvaziamento dos hospitais da cidade. As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.