Terremoto no Afeganistão deixa mais de 300 mortos

Pelo menos 300 pessoas morreram, 500 ficaram feridas e outras 10 mil ficaram desabrigadas na madrugada desta terça-feira depois de uma série de terremotos no Afeganistão e ao noroeste do Paquistão, informou a Nações Unidas. O terremoto alcançou entre cinco e seis graus na escala Richter e mais de quatro mil casas ficaram totalmente destruídas. Segundo o porta-voz da ONU em Cabul, Yusuf Hassan, o terremoto destruiu cinco cidades na região de Nahrin, na província de Baghlan, a 150 km ao norte de Cabul. Já o porta-voz do ministério da Defesa do governo interino afegão disse que os números são preliminares e que podem aumentar uma vez que as equipes de resgate cheguem ao local. A estimativa é que mais de mil pessoas tenham morrido. O governo afegão pediu que a comunidade internacional mande urgentemente ajuda como equipamento médico, alimentos e roupas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.