Terremoto no Japão já teve mais de 600 réplicas

Maioria das réplicas tem seu epicentro localizado nas províncias mais devastadas pelo terremoto

Efe,

20 de março de 2011 | 05h05

TÓQUIO - Mais de 600 réplicas sacudiram o território do Japão depois do terremoto de 9 graus de magnitude na escala aberta de Richter do dia 11 de março no litoral nordeste, que causou pelo menos 20 mil vítimas entre mortos e desaparecidos.

Veja também:

blog Twitter: Siga a correspondente Cláudia Trevisan, que está no Japão

especial Infográfico: Entenda o terremoto maiores tragédias dos últimos 50 anos

especial Especial: A crise nuclear japonesa

documento Relatos: envie textos, vídeos e fotos para portal@grupoestado.com.br

som Território Eldorado: Ouça relato do embaixador e de brasileiros no Japão

mais imagens Galeria de fotos: Tremor e tsunami causam destruição

blog Arquivo Estado: Terremoto devastou Kobe em 1995

Até a primeira hora da tarde deste domingo (horário local) aconteceram uma dezena de réplicas, pelo menos dois nas províncias de Fukushima e Iwate (nordeste do Japão) de mais de 5 graus de magnitude na escala aberta de Richter, segundo informou a Agência Meteorológica japonesa.

A maioria das réplicas tem seu epicentro localizado nas províncias mais devastadas pelo terremoto do dia 11 e muitas são sentidas com clareza em Tóquio.

Isso ocorreu com um tremor de 5,7 graus na província de Fukushima e com outro, de 6,1 graus, localizado na vizinha Ibaraki deste sábado.

As réplicas não provocaram danos graves até agora, apesar de terem causado um grande nervosismo entre uma população comovida pelo forte terremoto, o devastador tsunami que o seguiu e a crise nuclear suscitada na central de Fukushima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.