Terremoto no mar atinge Samoa com ondas de 3 metros

Um forte terremoto ocorrido nesta terça-feira no Oceano Pacífico provocou ondas de pelo menos três metros e levou o governo de Samoa a retirar a população de áreas possivelmente em risco, informou a emissora norte-americana "CNN". O tremor de terra, inicialmente classificado em 7,9 graus na escala Richter, foi revisado para 8,3, de acordo com o Instituto de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos.

AE, Agencia Estado

29 de setembro de 2009 | 16h57

Momentos depois da emissão de um alerta de tsunami para uma vasta região do Pacífico, ondas de pelo menos três metros atingiram o porto de Samoa Americana. Não há informações iniciais sobre danos nem vítimas.

As ilhas de Samoa são duas entidades separadas. Existem a nação de Samoa, anteriormente conhecida como Samoa Ocidental, e a Samoa Americana, um território mantido pelos Estados Unidos na Polinésia. Juntas, as duas ilhas possuem em torno de 250 mil habitantes.

No fim de 2004, mais de 230 mil pessoas morreram ou desapareceram em um tsunami que atravessou a Bacia do Oceano Índico. Na ocasião, as ondas gigantes foram desencadeadas por um terremoto de 9 graus na escala Richter, ocorrido a 29 quilômetros de profundidade. A maioria das vítimas estava na Indonésia. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoSamoaPacíficotsunami

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.