Terremotos de 5,1 e 5,2 graus sacodem o sul do Tibete

Intervalo entre os tremores foi de 14 minutos; eles tiveram o mesmo epicentro, no distrito de Zhongba

Efe,

10 de setembro de 2008 | 02h47

Dois terremotos de 5,2 e 5,1 graus de magnitude na escala aberta de Richter sacudiram nesta quarta-feira, 10, o sul do Tibete (sudoeste da China), com apenas 14 minutos de diferença entre um e outro, informou a agência oficial chinesa Xinhua. Os sismos tiveram o mesmo epicentro, no distrito de Zhongba (localidade de Xigaze, a 250 quilômetros da capital regional Lhasa), segundo a Rede Sismológica Nacional da China. O primeiro tremor, de 5,2 graus, aconteceu por volta das 9h28 local (22h28 de terça-feira em Brasília), e apenas 14 minutos depois foi registrado o terremoto de magnitude 5,1, acrescentou a Xinhua. Ainda não há informações sobre vítimas ou danos materiais. A região atingida, a mais de 5.000 metros sobre o nível do mar, é muito pouco povoada.

Tudo o que sabemos sobre:
Tibetetremorterremoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.