Terremotos matam no Tajiquistão e assustam na Indonésia

Três crianças, de 6, 7 e 10 anos de idade, morreram e 19 pessoas ficaram feridas vítimas de terremotos registrados no Tajiquistão, ex-república soviética da Ásia Central, informaram neste domingo fontes oficiais. Neste domingo, um tremor de 5,7 graus atingiu a região de Nias, na Indonésia. No Tajiquistão, sismos de 5 graus na escala Richter ocorreram no sábado e o epicentro deles se situou no norte do Afeganistão, segundo o Ministério de Situações de Emergência. Casas e prédios ficaram danificados, acrescenta o ministério. Equipes de socorro foram enviadas para o local.IndonésiaUm terremoto de 5,7 graus de magnitude naescala Richter atingiu neste domingo a região indonésia de Nias, em águas da ilha de Sumatra, mas não provocou danos materiais ou vítimas. Segundo o Earthquake Hazard Programs, com sede nos Estados Unidos, o epicentro do tremor foi detectado a 30 quilômetros de profundidade no mar e a aproximadamente 170 quilômetros ao oeste deSibolga (Sumatra). A Agência de Meteorologia e Geofísica da Indonésia assegurou que o tremor não causou danos ou risco de tsunami. A região de Nias se encontra nas proximidades do extremo norte de Sumatra, região duramente afetada pelo tsunami que, em 2004, matou mais de 200 mil pessoas em diferentes países banhados pelo Oceano Índico. Outro maremoto de 7,7 graus provocou no mês passado a morte de mais de 500 pessoas ao sudeste da ilha de Java, a mais povoada da Indonésia, depois de originar uma onda gigante que arrasou grande parte da área litorânea do país. O arquipélago indonésio está localizado sobre o Anel de Fogo do Pacífico, uma extensa área de grande atividade sísmica e vulcânica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.