Terror ameaça base na Alemanha

A polícia alemã afirmou ontem que a base militar americana de Spangdahlem, perto da fronteira com Luxemburgo, recebeu na noite de segunda-feira uma ameaça de atentado terrorista por telefone. Segundo a polícia, um homem falando alemão com sotaque estrangeiro - talvez russo ou turco - ligou para a base e disse que lançaria um ataque contra as instalações americanas com a ajuda de quatro cúmplices. As autoridades dos EUA entraram em contato com a polícia que tomou "medidas imediatas para proteger o local". A polícia disse que ainda está tentando rastrear o local de onde a ligação foi feita.A Alemanha está em alerta desde a semana passada, quando três supostos terroristas - dois alemães e um turco - foram presos por planejar ataques contra alvos americanos dentro do país. Ontem, o Ministério do Interior alemão afirmou que a União Jihad Islâmica, organização filiada à Al-Qaeda com raízes no Usbequistão, reivindicou o planejamento dos ataques. O anúncio afirmava que entre os alvos dos ataques estavam a base americana de Ramstein e os consulados do Usbequistão e dos EUA na Alemanha.De acordo com o comunicado, os ataques tinham como objetivo pressionar a Alemanha a fechar uma base do país no Usbequistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.