Terrorista da Al-Qaeda promete matar o premier do Iraque

O terrorista jordaniano Abu Musab al-Zarqawi, ligado à rede Al-Qaeda, emitiu uma declaração pela internet na qual assume responsabilidade pelo ataque a uma das residências usadas pelo primeiro-ministro iraquiano, Iyad Allawi, e promete perseguir o líder até matá-lo. Allawi é visto pelos radicais islâmicos como um colaborador de George W. Bush. A declaração foi publicada num website conhecido por divulgar esse tipo de mensagem.?Gostaríamos de lhe dar a notícia, Allawi, que se nossos foguetes da morte erraram... nova aljava, graças a Deus, está cheia de setas letais?, diz a declaração, assinada por Al-Zarqawi.Quatro projéteis atingiram um bairro próximo à casa de Allawi e ao quartel-general de seu partido, semana passada, ferindo seis pessoas. ?Estamos atrás de você?, prossegue o texto divulgado na internet.

Agencia Estado,

14 de julho de 2004 | 15h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.