Terrorista de Oslo não vai apelar de veredicto

O extremista de direita Anders Behring Breivik, julgado pela morte de 77 pessoas em julho, em Oslo e na Ilha de Utoya, afirmou que não apelará do veredicto se for considerado mentalmente são. Breivik assumiu a autoria do massacre de 22 de julho, quando matou a tiros 69 pessoas que participavam de um acampamento na Ilha de Utoya, depois de ter detonado uma bomba no centro de Oslo, que deixou oito mortos. Dois exames psicológicos chegaram a conclusões opostas sobre a saúde mental de Breivik.

O Estado de S.Paulo

25 Maio 2012 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.