Terrorista do Abu Sayyaf é morto pelo Exército das Filipinas

Abdurajak era procurado pelo crime de seqüestro

EFE,

16 de dezembro de 2007 | 03h42

Um membro do grupo islâmico Abu Sayyaf, que os Estados Unidos vinculam à rede Al Qaeda, morreu na noite deste sábado em um enfrentamento com o Exército no sul das Filipinas, confirmaram fontes militares. A Marinha identificou o terrorista como Mobin Abdurajak, conhecido como Abdulmubin Sakandal, por cuja captura o Departamento de Defesa das Filipinas oferecia 2 milhões de pesos (US$ 48.544). "Abdurajak era procurado pelo crime de seqüestro por sua participação num seqüestro na ilha Malásia de Sipadan no ano 2000", detalhou o almirante Emilio Marayag, da Força Combinada da Armada em Mindanao Ocidental. Graças a uma denúncia, elementos da Armada e marines do Exército localizaram no município de Bongao, arquipélago de Tawi-Tawi, o esconderijo do terrorista, que morreu ao resistir à detenção.

Tudo o que sabemos sobre:
MORTETERRORISTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.