Terrorista é condenado à morte por atentado

O egípcio Mohamed Ahmed Hussein foi condenado ontem à morte pelo assassinato de seis cristãos coptas e um policial muçulmano, em um ataque a tiros contra uma igreja, realizado na véspera do Natal copta, em janeiro de 2010. Outros dois homens estão sendo julgados pelo crime e devem ter sua sentença anunciado na próxima semana. A condenação da corte egípcia foi anunciada duas semanas após o ataque de um homem-bomba que matou 23 pessoas e feriu quase cem em uma igreja copta de Alexandria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.