Terrorista pede que execução seja transmitida

O terrorista condenado Timothy McVeigh escreveu em uma carta aberta que sua execução deveria ser transmitida ao público. Numa carta publicada no jornal The Sunday Oklahoman, o terrorista diz que é injusto haver um número limitado de testemunhas autorizadas para a execução, marcada para 16 de maio por meio de injeção letal. Timothy McVeigh foi condenado pela explosão de um prédio federal, em 1995, na cidade de Oklahoma. Cerca de 250 pessoas, entre sobreviventes e parentes de vítimas, pediram autorização para assistir à morte do criminoso.McVeigh será o primeiro condenado por crime federal a ser executado desde 1963. Transmitir a execução para o público em geral, pela tevê ou qualquer outro meio, não é uma possibilidade legal, informam autoridades norte-americanas. McVeigh desistiu de pedir clemência ao presidente George W. Bush.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.