Terrorista teve encontro com diplomata iraquiano

O diplomata iraquiano Ahmad Khalil Ibrahim Samit Al-Ani manteve vários encontros na República Tcheca com Mohamed Atta, sequestrador de um dos aviões que atingiram o Word Trade Center, informou uma fonte do primeiro-escalão do governo. Foram provavelmente mantidos quatro encontros. "Eles se reuniram e mais de uma vez", disse. A fonte disse também que provavelmente Al-Ani reuniu-se com outro dos sequestradores suspeitos também na República Tcheca. O Iraque estava sendo observado pelos oficiais da segurança tcheca por desconfiança de que estavam envolvidos no planejamento de um ataque à rádio Free Europe, disse a fonte à Associated Press. Segundo o oficial, os encontros não levantaram suspeitas porque Atta não fazia parte das investigações. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

11 Outubro 2001 | 12h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.