Terroristas dizem que matarão russos sequestrados no Iraque

, grupo terrorista ligado a Al-Qaeda, anunciou nesta quarta-feira, via internet, que decidiu executar os quatro diplomatas russos seqüestrados em Bagdá no último dia três, a 400 metros da embaixada russa, informou a rede de televisão por satélite Al Arabiya. A organização se declarou responsável pelos seqüestros e ameaçou na segunda-feira matá-los em 48 horas caso Moscou não retirasse suas tropas da Chechênia e libertasse os prisioneiros muçulmanos."O tribunal islâmico do Conselho Consultivo dos Mujaheddins decidiu aplicar a lei de Alá e sentenciar (aos russos) à morte", diz o comunicado, cuja identificação não foi possível verificar.No dia do seqüestro, dois automóveis bloquearam a passagem do veículo onde estavam os diplomatas e o metralharam. O segurança da embaixada da Rússia foi atingido e os diplomatas capturados. Os atacantes então tiraram do automóvel o ferido, que morreu instantes depois.O grupo foi criado no início deste ano e agrupou vários dos grupos terroristas mais violentos do Iraque, entre eles, o Al-Qaeda. A organização se declarou responsável pela morte dos dois soldados americanos cujos corpos foram encontrados na terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.