Terroristas dizem ter matado refém búlgaro no Iraque

O grupo terrorista que mantém dois caminhoneiros búlgaros como reféns no Iraque diz ter executado um deles e que matará o outro em 24 horas, informa a TV Al-Jazira. O grupo Tawhid e Jihad (Unidade e Guerra Santa), liderado pelo jordaniano Abu Musab al-Zarqawi, amaçara matar os homens se os EUA não libertassem todos os presos iraquianos até o último sábado.Em um vídeo exibido pela Al-Jazira, o grupo diz ter cumprido a ameaça contra um dos homens e que o outro será morto amanhã.

Agencia Estado,

13 de julho de 2004 | 17h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.