Terroristas matam 10 chineses no Afeganistão

Pelo menos dez trabalhadores chineses morreram na madrugada de hoje em um ataque desferido por rebeldes no norte do Afeganistão. É a ação de maior número de vítimas estrangeiras no país desde a queda do regime taleban. Os chineses trabalhavam na construção de uma rodovia na província de Kunduz, 200 quilômetros ao norte da capital Cabul.Segundo relatos, um grupo de 20 rebeldes rendeu um segurança afegão e surpreendeu os chineses dormindo em suas tendas. Conforme a polícia, são 10 os chineses mortos, mas observadores internacionais falam em 11 mortos e 16 feridos. Ninguém foi preso. Este é o mais recente de uma série de atentados contra estrangeiros, que, para as autoridades, têm o objetivo de impedir as eleições marcadas para setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.