Terroristas presos planejavam atentado gigante na Espanha

Oito terroristas detidos no início da semana pela polícia espanhola em Madri e Navarra planejavam o maior ataque da história na Espanha. Com um caminhão carregado com 500 quilos de explosivos pretendiam destruir o prédio da Audiência Nacional no centro da capital e matar pelo menos quatro juízes, entre os quais Baltasar Garzón, anunciou hoje a polícia da Espanha. O chefe do grupo, Mohamed Achraf, foi capturado na Suíça por porte de documentação falsa.

Agencia Estado,

20 Outubro 2004 | 17h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.