Tesouro britânico corta os laços com bancos iranianos

O governo da Grã-Bretanha impôs novas sanções contra o Irã, ao cortar todos os laços com os bancos iranianos em resposta às preocupações de que Teerã desenvolva armas nucleares, informou nesta segunda-feira o Tesouro britânico. O Tesouro britânico afirmou que os bancos e instituições financeiras da Grã-Bretanha precisam cortar imediatamente suas relações comerciais com o Banco Central do Irã e com os bancos de varejo e comerciais iranianos.

AE, Agência Estado

21 de novembro de 2011 | 17h13

"As atividades do Irã para facilitar o desenvolvimento ou a produção de uma arma nuclear colocam um risco significativo aos interesses nacionais da Grã-Bretanha e aos países ao redor da região", disse o Tesouro em comunicado. As restrições marcam a primeira vez que o Reino Unido ordenou o corte total com o sistema bancário de outro país, informou um comunicado do Tesouro.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Grã-BretanhaIrãnuclearsanções

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.