Teste de mísseis da Coréia do Norte preocupa os EUA

Os Estados Unidos lançaram neste sábado novas advertências à Coréia do Norte diante de informações de que os norte-coreanos pretendem testar uma bateria de mísseis nos próximos dias. Os testes incluiriam mísseis de longo alcance. "É uma provocação que levamos a sério", disse o embaixador dos EUA no Japão, Thomas Schieffer.Oficiais da Coréia do Norte negaram que o país esteja preparando o lançamento de mísseis. Segundo as autoridades norte-coreanas, a preocupação sobre o possível teste é "infundada".Segundo a mídia japonesa, o lançamento do míssil - capaz de atingir os Estados Unidos - poderia ocorrer domingo.O embaixador americano disse que estava trabalhando com aliados para determinar uma possível resposta caso a Coréia do Norte realmente venha a realizar o teste balístico. Schieffer, entretanto, se recusou a fornecer maiores detalhes sobre as conversações, afirmando apenas "que todas as opções estão sobre a mesa".Em Washington, a porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, afirmou que um possível lançamento violaria uma moratória de testes com mísseis de longo alcance declarada em 1999 pelo líder da Coréia do Norte, Kim Jong II.As conversações sobre o programa de armamentos nucleares da Coréia do Norte foram paralisadas no ano passado devido a um boicote de Pyongyang. As nações envolvidas nas discussões são China, Japão, as duas Coréias, a Rússia e os Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.