Texas executa homem com problemas mentais

Um detido com problemas mentais foi executado hoje no Texas pouco depois de a Suprema Corte ter rechaçado uma última apelação contra a pena capital apresentada pela defesa. O homem, Monty Delk, de 35 anos, recebeu uma injeção letal na penitenciária de Huntsville depois que os juízes se recusaram a permitir que ele fosse submetido a uma perícia psiquiátrica. Segundo os advogados de defesa e uma organização que se opõe à pena de morte, Delk, que foi condenado pelo assassinato a tiros de um homem, perdeu há muito tempo suas capacidades mentais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.