´The Washington Post´ corta 80 postos da equipe editorial

O jornal "The Washington Post" prevê cortar em um ano 80 postos de trabalho de sua equipe editorial para enfrentar a queda de circulação, informaram fontes sindicais. A redução de postos será feita por meio de um programa de demissão voluntária, afirmou Rick Weiss, membro do sindicato de jornalistas da região de Washington e Baltimore e redator de ciência da edição nacional. "Estão tentando ajustar o orçamento diante da queda da circulação do jornal - que foi em torno de 4% no ano passado -, dos baixos lucros e do aumento dos custos de impressão", acrescentou Weiss. O editor-chefe, Leonard Downie, informou aos trabalhadores sobre os cortes de pessoal em diversas reuniões. Os cortes chegam num momento em que os jornais americanos enfrentam quedas na circulação e na publicidade, com a migração dos leitores para as páginas da internet. Fundado em 1877 pelo democrata Stilson Hutchins, The Washington Post começou com uma circulação de 10 mil exemplares, com quatro páginas e vendido a US$ 0,03.

Agencia Estado,

11 Março 2006 | 03h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.