´The Washington Post´ corta 80 postos da equipe editorial

O jornal "The Washington Post" prevê cortar em um ano 80 postos de trabalho de sua equipe editorial para enfrentar a queda de circulação, informaram fontes sindicais.A redução de postos será feita por meio de um programa de demissão voluntária, afirmou Rick Weiss, membro do sindicato de jornalistas da região de Washington e Baltimore e redator de ciência da edição nacional."Estão tentando ajustar o orçamento diante da queda da circulação do jornal - que foi em torno de 4% no ano passado -, dos baixos lucros e do aumento dos custos de impressão", acrescentou Weiss.O editor-chefe, Leonard Downie, informou aos trabalhadores sobre os cortes de pessoal em diversas reuniões. Os cortes chegam num momento em que os jornais americanos enfrentam quedas na circulação e na publicidade, com a migração dos leitores para as páginas da internet.Fundado em 1877 pelo democrata Stilson Hutchins, The Washington Post começou com uma circulação de 10 mil exemplares, com quatro páginas e vendido a US$ 0,03.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.