Timor Leste inicia operação contra rebeldes

Militares do Timor Leste e forçasinternacionais iniciaram uma operação contra os rebeldesescondidos nas montanhas próximas à capital depois da tentativade assassinato ao presidente do país, afirmou no sábado ocomando militar. O vencedor do Nobel José Ramos-Horta, 58, está serecuperando num hospital na Austrália após ser baleado egravemente ferido durante um ataque de soldados rebeldes à suacasa, em Dili, na segunda-feira. O primeiro-ministro Xanana Gusmão escapou ileso de outrotiroteio, também atribuído aos seguidores do líder rebeldeAlfredo Reinado, morto durante o ataque a Ramos-Horta. "Sabemos que os moradores estão escondendo (os rebeldes).Pedimos que as pessoas parem de protegê-los porque, ao fazerisso, colocam suas vidas em risco", disse o brigadeiro-geralTaur Matan Ruak, chefe das forças armadas do Timor Leste, emcoletiva de imprensa. "Pedimos que as pessoas contribuam para uma soluçãopacífica ao problema. Há dois anos elas apóiam Alfredo, mas oque conseguiram?" Ruak disse que as forças de segurança estão interrogandomais de 30 pessoas ligadas aos ataques e começaram a revistarcasas em busca dos rebeldes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.