Tiros da Coreia do Norte provocam reação sul-coreana

Disparos ocorreram na zona de exclusão delimitada hoje por Pyongyang; áre é disputada entre os dois países

Efe e Reuters,

26 de janeiro de 2010 | 23h38

A Coreia do Norte realizou nesta terça-feira, 26, disparos de artilharia na área de exclusão para navegação que estabeleceu no mesmo dia e que avança 4 km dentro da zona marítima sul-coreana, segundo uma fonte militar não identificada pela agência Yonhap.

 

Veja também:

linkCoreia do Norte estaria preparando novo teste de míssil, diz TV

 

A Coreia do Sul respondeu o fogo logo depois dos disparos de sua vizinha, com quem disputa a área na qual ocorreu a troca de tiros.

 

A área é próxima de uma fronteira marítima de disputa entre as duas Coreias e já foi local de um breve confronto naval em novembro entre os dois países, que deixou um navio sul-coreano com buracos de tiros e uma embarcação norte-coreana em chamas.

 

Analistas disseram que as recentes atitudes podem ser uma tentativa por parte de Pyongyang de aumentar sua vantagem e conseguir concessões ao retornar às discussões sobre desarmamento em troca de assistência, que incluem Coreia do Norte, Coreia do Sul, China, Japão, Rússia e os Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.