AP Photo/Mark Lennihan
AP Photo/Mark Lennihan

Tiros em estação de metrô de Nova York matam 1 e ferem 2

Segundo fontes da polícia americana, um homem de 43 anos morreu e outros dois, de 45 e 48 anos, ficaram gravemente feridos na Penn Station; causas do incidente ainda não estão claras

O Estado de S. Paulo

09 de novembro de 2015 | 10h24

(Atualizada às 15h) NOVA YORK - Um homem de 43 anos morreu e outros dois ficaram feridos depois de serem baleados no interior da estação de metro Penn Station, em Manhattan, pouco antes das 6h15 (hora local) desta segunda-feira, 9, de acordo com informações da polícia.

A vítima, que foi declarada morta no local, ainda não teve a identidade revelada pela polícia. Os outros dois, um homem de 45 anos com ferimentos no abdômen e no pescoço, e um homem de 48 anos que levou um tiro na perna, foram levados para um hospital da região em estado grave.

Informações preliminares coletadas pela polícia indicam que uma discussão que teria começado na calçada antes do cruzamento da 8ª avenida com a rua 35 e seguido metrô adentro teria sido a causa do incidente, informou um oficial que pediu para não ter a identidade revelada.

A fonte afirmou que os tiros foram disparados no interior da estação, possivelmente na plataforma de embarque. Um segundo policial, no entanto, disse que as vítimas foram feridas na escada de acesso à estação. 

Ainda não se sabe se as vítimas e o atirador se conheciam, mas os policiais acreditam que eles tinham alguma relação. Também não foram esclarecidos os motivos do incidente.

Em entrevista à NBC, um homem que se identificou como irmão de uma das vítimas disse que seu irmão e outros dois homens estavam em dentro de uma loja da rede McDonald's e foram coagidos a sair para a rua, onde foram baleados à queima-roupa. / NYT

Tudo o que sabemos sobre:
Ataque a tirostiroteio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.