Tiros fecham locais de votação na Macedônia e matam um

Outras três ficaram feridas; Macedônia antecipou eleições por conta da crise após independência de Kosovo

AP

01 de junho de 2008 | 11h17

Vários incidentes foram registrados durante as eleições legislativas na Macedônia, que acontecem neste domingo,1. Segundo Ermira Mehmeti, porta-voz do principal partido étnico albanês no país, o União Democrática para a Integração, a sede da entidade na capital, Skopje, foi atacada a tiros e uma pessoa ficou ferida. Ermira disse que membros do partido estavam no prédio quando um "grande tiroteio começou".   Pelo menos uma pessoa morreu e três ficaram feridas. Paralelamente, o porta-voz da comissão eleitoral, Zoran Tanevski, afirmou que locais de votação no vilarejo de Aracinovo foram fechados após um tiroteio que feriu uma pessoa.   A eleição poderia provar ao país esperança para integrar a União Européia, mas mesmo antes da votação, as campanhas foram marcadas por violência.   A sessão mais violenta começou com rebelião étnica Albânia em Aracinovo, uma vila perto de Skopje. A Grécia se nega a permitir a integração da Macedônia no bloco europeu,ao menos que ela troque de nome.   A Macedônia antecipou as eleições legislativas por causa da crise política desencadeada pela independência do vizinho Kosovo e pela decisão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) de não convidar o país para um processo de adesão.

Tudo o que sabemos sobre:
Macêdoniaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.