Tiros são disparados contra embaixada italiana em Bagdá

Vários tiros de morteiro foram disparados contra a embaixada italiana em Bagdá, causando a morte de alguns iraquianos, informou o Ministério das Relações Exteriores da Itália em Roma. Mas, aparentemente, o prédio não foi atingido. O Ministério disse que nenhum italiano morreu no incidente. Não há também informações oficiais sobre o número de iraquianos mortos, mas testemunhas citam dois, de acordo com a agência de notícias Ansa. O Ministério disse ainda que a maior parte dos funcionários da embaixada vem sendo transferidos para a zona verde, onde está o quartel-general da coalização liderada pelos EUA.O ataque ocorreu horas antes do presidente norte-americano, George W. Bush chegar à Itália para visita a Silvio Berlusconi, um dos principais aliados europeus dos EUA na ofensiva no Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.