Tiroteio deixa três mortos em Bruxelas

Um tiroteio em frente ao Museu Judaico de Bruxelas deixou três pessoas mortas e outra gravemente ferida. Segundo autoridades, o atirador fugiu do local.

Agência Estado

24 Maio 2014 | 14h09

"Estou chocado com os assassinatos cometidos no Museu Judaico, estou pensando nas vítimas que vi lá e suas famílias", disse o ministro das Relações Exteriores belga Didier Reynders em seu perfil no Twitter.

O primeiro-ministro, Elio di Rupo, também através da rede social, disse que estava "muito chocado com os acontecimentos em Bruxelas", expressando suas condolências às vítimas e seus familiares.

O Museu Judaico da Bélgica está localizado no coração do bairro de Sablon, em Bruxelas, que está sediando um evento musical nesse final de semana. Amanhã (25), a Bélgica realiza eleições nacionais e para o Parlamento Europeu. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Bruxelas Bélgica tiroteio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.