Tiroteio em escola Amish deixa três mortos nos EUA

Um atirador matou ao menos três meninas na manhã desta segunda-feira em uma pequena escola amish no isolado condado de Lancaster, na Pensylvannia, EUA. Ao menos outras três estudantes estão em estado crítico. Este é o quarto caso de violência em escolas americanas em menos uma semana."Até agora três mortes foram confirmadas, e os helicópteros pousam (no Hospital Geral de Lancaster) como loucos", disse o investigador do condado, G. Gary Kirchner.Segundo o comissário da polícia, Jeffrey B. Miller, o atirador era Charles Carl Roberts IV, de 32 anos, motorista de caminhão da cidade de Bart. Aparentemente ele se matou. Ele teria invadido o colégio e mandado todos os meninos deixarem o local, enquanto mantinha as meninas presas. Antes de atacar a escola, Charles teria ligado para sua mulher de um telefone celular dizendo que "iria agir por vingança de algo que aconteceu há 20 anos atrás", afirmou Miller.Três meninas que sofreram ferimentos a bala e estão em estado crítico deram entrada no Hospital Geral de Lancaster, informou o porta-voz John Lines em entrevista a TV local.Funcionários do Centro Médico Milton S. Hershey confirmaram a entrada de várias vítimas no hospital. Policiais cercaram a escola, localizada no sul do condado de Lancaster, no fim da manhã desta segunda-feira. O colégio conta com apenas uma sala de aula. Segundo o site de emergência do condado, dezenas de unidades de resgate foram enviadas ao local às 10h45.Duas horas depois, cerca de uma dezena de pessoas vestidas com trajes tradicionais amish foram vistas atrás de uma linha policial próxima à escola, e ao menos duas ambulâncias deixaram o local. Comunidade amishEstimada em cerca de 180 mil pessoas, a comunidade amish conta com acampamentos em 25 estados, sendo que 70% do grupo vive nos Estados de Ohio, Pennsylvania e Indiana. Os amish praticam um tipo de cristianismo que enfatiza a piedade, a modéstia e comunidade, derivado de uma leitura literal da bíblia.Em razão de sua crença de ter que separar suas comunidades do resto do mundo, que eles consideram corrompido, eles têm normas estritas sobre costumes sociais. Eles tendem a se vestir com simplicidade, geralmente com roupas negras com poucos ornamentos, falam um dialeto alemão, e normalmente têm repulsa a novidades tecnológicas que consideram corrosivas do seu estilod e vida - incluindo eletricidade, televisão, telefones e tratores. Os amish têm suas próprias escolas, mas a maioria das comunidades só educam suas crianças até a oitava série, quando em geral as crianças têm 13 anos. Cortes americanas eximiram os amish e outros grupos da requisição de mais educação com base na liberdade religiosa. Escolas vulneráveisTrês outras escolas americanas foram alvos de ataques com armas ou ameaças nos últimos dias. Na semana passada, dois tiroteios foram registrados em escolas dos Estados de Wisconsin e do Colorado. Nesta segunda-feira, duas escolas foram interditadas em Las Vegas enquanto a polícia procurava por um adolescente visto com uma arma no campus de um dos colégios.Na sexta-feira, o diretor de uma escola em Cazenovia, Wisconsin, foi morto por um aluno de 15 anos que estaria bravo por ter tomado uma bronca. Apenas dois dias antes, um atirador adulto fez seis meninas reféns em uma escola na cidade Bailey, no Colorado. Antes de matar uma das jovens e se suicidar, o homem abusou sexualmente das garotas.O terceiro caso de violência em colégios americanos antes do trágico ataque em Lancaster desta segunda-feira aconteceu em Las Vegas, onde duas escolas foram interditadas depois que um adolescente foi visto portando uma arma. Ninguém se feriu, e segundo a polícia não há indicações de que o jovem tenha ameaçado os estudantes. Texto atualizado às 16h12

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.