Tiroteio em hotel deixa dois mortos em Israel

Um jovem norte-americano assassinou o chefe de cozinha de um hotel em Israel e depois foi morto por uma unidade antiterrorista que chegou ao local. O incidente, ocorrido nesta sexta-feira, parece ter sido causado por motivos pessoais.

AE, Agência Estado

05 de outubro de 2012 | 09h38

O homem furtou uma arma da segurança do hotel e disparou contra o chefe de cozinha do local, na cidade de Eilat, na costa do Mar Vermelho. O atirador, de 23 anos, saiu de Nova York para participar de um programa que traz judeus para trabalhar e estudar em Israel.

Quando a polícia e as unidades antiterroristas invadiram o hotel o norte-americano revidou, afirmou o policial Eitan Gedassis. As forças de segurança então contra-atacaram e mataram o atirador, afirmou a porta-voz do Exército israelense. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Israelviolênciahotel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.