Tiroteio entre agentes palestinos deixa sete mortos e 75 feridos em Gaza

Sete palestinos morreram e outros 75 ficaram feridos neste domingo em uma série de enfrentamentos armados na Faixa de Gaza entre forças do movimento islâmico Hamas e simpatizantes do Al-Fatah, segundo informações do jornal israelense Haaretz.Os tiroteios aconteceram na cidade de Gaza, onde os agendes do governo, membros de diferentes setores de segurança da Autoridade Nacional Palestina (ANP), manifestaram-se contra o governo do primeiro-ministro Ismail Haniye, exigindo pagamento de salários.Nas duas últimas semanas, manifestantes protestaram em frente aos escritórios do governo, bloqueando algumas ruas, o que causou um enfrentamento armado com membros da chamada Força de Segurança, formada pelo governo do Hamas em abril.A Força de Segurança é formada por seguidores do Hamas e dos Comitês Populares de Resistência, aliados dos islâmicos. Testemunhas relataram que membros da Força Auxiliar, que responde ao Ministério do Interior, tentaram impedir as manifestações, desencadeando o tiroteio deste domingo.No sábado, o ministro do interior palestino Said Siyam advertiu às forças de ordem da ANP que o governo do Hamas não vai tolerar protestos, gerando um ambiente de tensão por toda a Faixa de Gaza.Na manhã deste domingo, Siyam posicionou todos os homens da Força Auxiliar nos principais cruzamentos da cidade em uma tentativa de evitar novas manifestações.Os funcionários palestinos não recebem seus salários desde abril, quando o movimento islâmico Hamas chegou ao poder. Desde então, a comunidade internacional suspendeu as contribuições econômicas ao governo, que não reconhece Israel e não respeita os acordos de paz firmados com o Estado judeu.Esta matéria foi atualizada às 14h03 para acréscimo de informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.