Tiroteio entre gangues no Texas começou com disputa por vaga de estacionamento

WACO, TEXAS - O tiroteio envolvendo duas gangues de motociclistas rivais na cidade de Waco, no Texas, começou com uma disputa por uma vaga de estacionamento e com alguém atropelando o pé de um membro de uma das gangues, informou a polícia local. O tiroteio deixou 9 mortos e 18 feridos, dos quais 7 continuam hospitalizados.

O Estado de S. Paulo

19 de maio de 2015 | 17h37

O sargento Patrick Swanton, da polícia de Waco, disse que um grupo não convidado apareceu para um encontro entre gangues, realizado no domingo. Um homem ficou ferido após um veículo passar sobre seu pé, o que causou uma discussão que continuou dentro de um restaurante, onde a briga e o tiroteio tiveram início.

Segundo o policial, a investigação está sendo atrapalhada por testemunhas "que não estão sendo completamente honestas". Por volta de 170 motociclistas foram acusados de envolvimento com o crime organizado.

O delegado Parnell McNamara, que está envolvido nas investigações, disse que os nove mortos são membros de duas gangues conhecidas como Bandidos e Cossacks. A polícia de Waco rejeitou informar o nome de todas as gangues envolvidas na disputa, que começou com socos e depois envolveu correntes, facas e revólveres. Mais de 100 armas de diversos tipos foram encontradas no local da briga. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
EUAtiroteioTexasgangues

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.