Matt Rourke / AP
Matt Rourke / AP

Homem abre fogo contra policiais na Filadélfia e deixa 6 feridos

Disparos foram feitos enquanto os agentes realizavam uma operação de busca de drogas em um bairro ao norte da cidade; o agressor está sob custódia policial

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de agosto de 2019 | 01h52
Atualizado 16 de agosto de 2019 | 12h19

WASHINGTON - Um homem abriu fogo contra policiais na quarta-feira, 14, durante uma operação de busca de drogas na cidade da Filadélfia, nos Estados Unidos. Seis agentes ficaram feridos e o agressor está sob custódia policial, segundo as autoridades locais.

Os disparos foram feitos por volta das 16h30 (17h30 em Brasília) enquanto os policiais seguiam para uma residência em um bairro ao norte da cidade para cumprir um mandado de busca de drogas "que deu errado quase imediatamente", disse o comissário da polícia local, Richard Ross. Muitos agentes "tiveram que escapar através de janelas e portas para fugir dos tiros", explicou ele.

Os seis feridos já tiveram alta do hospital para o qual foram levados. Três policiais que ficaram presos na casa por cerca de cinco horas após os disparos começarem foram libertados por uma equipe da SWAT (unidade especializada da polícia americana).

O sargento Eric Gripp, do Departamento de Polícia da Filadélfia, confirmou pelo Twitter - em mensagens também compartilhadas pelo perfil da corporação - que o atirador está sob custódia.

A ação acontece uma semana e meia após os massacres de Dayton, no qual 9 pessoas morreram antes de o atirador ser morto pelos agentes, e de El Paso, palco de um atentado cometido por um indivíduo que matou 22 pessoas, entre elas 8 mexicanos.

Tais ataques reabriram o debate sobre o endurecimento das leis de porte e venda de armas nos EUA e pressionaram o presidente Donald Trump, já que democratas e ativistas atribuíram o ocorrido em El Paso, cidade na fronteira com o México, ao discurso anti-imigração do republicano. / AP e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.