Tiroteio na Nigéria deixa 14 mortos

Forças militares da Nigéria mataram 13 membros do grupo militante islâmico Boko Haram e perderam um soldado nesta terça-feira em um tiroteio em Maiduguri, reduto do grupo, informou o exército.

Reuters

01 de janeiro de 2013 | 19h37

O grupo Boko Haram, com base no Taleban afegão, matou centenas no ano passado em uma campanha para impor a sharia --ou lei islâmica-- na Nigéria, um país de mais de 160 milhões de habitantes divididos de forma aproximadamente igual entre cristãos e muçulmanos.

Pelo menos 32 pessoas já morreram no norte na última semana em atos de violência que podem estar ligados à militância islâmica.

Tudo o que sabemos sobre:
NIGERIAMORTESMILITARES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.