Tiroteio no Cáucaso deixa 11 supostos rebeldes mortos

Onze supostos rebeldes islâmicos morreram e um oficial da polícia russa ficou ferido em um tiroteio ocorrido hoje na Ingushetia, informou hoje o Ministério de Interior da Rússia. De acordo com o governo, o confronto começou quando a polícia local cercou um grupo de militantes islâmicos numa região de floresta, próxima da fronteira com a Chechênia.

AE-AP, Agencia Estado

12 de fevereiro de 2010 | 11h53

Trata-se de um dos mais sangrentos confrontos em meses entre forças do governo e rebeldes islâmicos no conturbado Cáucaso do Norte. Os combates em larga escala entre o governo russo e os rebeldes separatistas chechenos terminaram na primeira metade da década, mas milícias islâmicas continuam executando ataques pela região.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaCáucasorebeldesmortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.