'Todos queriam ver Dilma, menos Obama', diz analista

Em artigo provocador publicado na quarta-feira no The Guardian, o presidente Barack Obama foi acusado de menosprezar a visita de sua colega brasileira, Dilma Rousseff. O motivo da omissão estaria na histórica visão de mundo de Washington. "A ideia de que um país latino-americano pode servir de modelo (aos EUA) está além da compreensão (dos americanos)", diz o autor do texto, o jornalista nova-iorquino Jason Farago.

O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2012 | 03h07

"A segunda pessoa mais poderosa do continente chegou a Washington na segunda-feira. No entanto, o mais poderoso passou a maior parte de seu dia caçando ovos de páscoa no gramado da Casa Branca", afirmou Farago.

Ele compara a boa situação econômica do Brasil e o índice de popularidade de 77% de Dilma com a crise nos EUA e com a polarização no Congresso americano. "O Brasil é o país dos Brics que não ganha o respeito dos EUA, mesmo em 2012", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.