Toledo anuncia apoio a Humala para segundo turno no Peru

Decisão era 'difícil e cautelosa, mas inevitável', disse o ex-presidente

Efe

26 de maio de 2011 | 21h38

LIMA - O ex-presidente peruano Alejandro Toledo anunciou nesta quinta-feira, 26, seu apoio à candidatura do candidato nacionalista Ollanta Humala, que no dia 5 de junho disputará o segundo turno das eleições presidenciais do Peru contra a congressista Keiko Fujimori.

 

Veja também:

blog Nuestra América: Raio-X das eleições no Peru

 

"Decidimos apoiar sem ambiguidades a candidatura de Ollanta Humala", comentou Toledo, que acrescentou que a decisão foi tomada pelo Comitê Executivo Nacional, pela Comissão Política e por ele próprio.

 

Toledo, um dos candidatos derrotados no primeiro turno - realizado em 10 de abril -, declarou aos jornalistas que "não há nenhum pacto de governabilidade e nada está condicionado a este apoio". "Era uma decisão difícil e custosa, mas inevitável", afirmou o ex-presidente, ao anunciar sua decisão em um ato de seu partido, Perú Posible.

 

O ex-governante destacou que "o país se encontra em uma encruzilhada e o Perú Posible tem a responsabilidade perante o país e perante a história de tomar uma posição".

 

Toledo reconheceu que há dúvidas sobre a candidatura de Ollanta Humala, mas ressaltou que "existem dados e provas contundentes de corrupção, de violação dos direitos humanos e de engano à dignidade peruana no caso da outra candidata".

 

O ex-presidente, que após os resultados do primeiro turno tinha dito que seu partido não apoiaria nenhum dos candidatos, esclareceu que seu apoio a Humala "não é um cheque em branco".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.