Tomografia indica que continua grave estado de Sharon

O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, continua em estado grave, mas estável, afirmaram fontes médicas do hospital universitário de Hadassah após uma nova tomografia feita hoje de manhã. A rádio pública israelense informou neste domingo que, de acordo com os novos exames, o estado do primeiro-ministro não mudou.Esse último boletim médico é igual o que foi divulgado ontem pelo centro médico. Um porta-voz do hospital deve falar com os meios de comunicação às 14h (10h de Brasília). Os médicos que atendem Sharon se reuniram esta manhã para estudar a possibilidade de retirá-lo paulatinamente do coma induzido ao qual foi submetido.Só após ser acordado, os médicos poderão avaliar o funcionamento do cérebro do líder israelense e o dano que o órgão sofreu. A edição eletrônica do jornal israelense Yediot Aharonot publicou hoje que Sharon pode permanecer anestesiado por mais um dia para que sua recuperação melhore.Além disso, segundo o site da publicação, os médicos se preparam para testar mais uma vez a capacidade de resposta da pupila de Sharon, a fim de determinar, como fizeram antes, se seu tronco cerebral continua em funcionamento. Sharon foi internado no Hadassah na quarta-feira passada, após uma primeira hemorragia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.