Tóquio acusa China de violar seu espaço aéreo

O Japão acionou às pressas caças F-16 ontem após detectar que um avião da China invadiu o que Tóquio considera seu espaço aéreo, na área das ilhas Senkaku (Diaoyu, para os chineses), que são disputadas por ambos os países. Pequim qualificou de "completamente normal" o voo de sua aeronave. Em setembro, depois que o governo japonês comprou as ilhas de um proprietário privado, as relações entre os dois países têm se agravado e embarcações de ambos os governos intensificaram o monitoramento do local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.