Tóquio critica Pyongyang por não iniciar desnuclearização

Tóquio criticou nesta segunda-feira, 16, a Coréia do Norte por não ter desmantelado seus programas nucleares e pediu a Pyongyang que cumpra suas promessas, informou a agência japonesa Kyodo.O ministro porta-voz, Yasuhisa Shiozaki, afirmou que é "extremamente lamentável" que Pyongyang não tenha cumprido o prazo de 60 dias estipulado no acordo de 13 de fevereiro com Coréia do Sul, Estados Unidos, Rússia, China e o próprio Japão.Shiozaki disse que não é "apropriado" estipular um novo prazo, e acrescentou que o Japão não planeja impor nenhuma sanção adicional à Coréia do Norte.O porta-voz afirmou que o Japão continua em contato direto com Seul, Washington, Pequim e Moscou para organizar um procedimento, e ressaltou que é importante que a Coréia do Norte volte às negociações o mais rápido possível.No sábado, 14, terminou o prazo que a Coréia do Norte tinha para fechar seu reator nuclear de Yongbyon e permitir a entrada no país dos Inspetores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).Em troca, os países participantes do diálogo de seis lados tinham se comprometido a enviar ajuda energética ao país.Pyongyang afirmou em repetidas ocasiões que não iniciará a desnuclearização até receber confirmação de que os fundos que ficaram retidos por 19 meses em um banco de Macau estejam descongelados.Na semana passada, as autoridades monetárias de Macau afirmaram que os US$ 25 milhões já estavam liberados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.