Tóquio fecha em queda com realização de lucros

A bolsa de Tóquio fechou o dia em queda em meio a realização de lucros, após nove sessões de ganhos, com o dólar se enfraquecendo ante o iene depois da valorização dos últimos dias. O índice Nikkei caiu 0,30%, a 15.539,19 pontos. Desde o começo do recente movimento de alta, as ações subiram 5,5%. O Nikkei não chega a completar dez dias consecutivos de alta há 26 anos. Na semana, a bolsa japonesa subiu 1,44%.

Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2014 | 06h48

O mercado teve fluxo baixo, mostrando relutância em fazer grandes movimentos antes do discurso da presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, agendado para às 11h (de Brasília) desta sexta-feira no simpósio de Jackson Hole, nos Estados Unidos. O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, fala às 15h30.

"Há uma certa hesitação antes da fala de Yellen e o mercado está focado nos próximos passos que o Fed pode vir a tomar", explica o analista do Chibagin Asset Management, Yoshihiro Okumura.

Os investidores também aguardam sinais do chefe do BCE sobre possíveis medidas de afrouxo monetário da zona do euro e do presidente do Banco do Japão, Haruhiko Kuroda, para avaliar se a postura do BC japonês está mais próxima à do Fed, que já fala em corte de estímulos, ou à da Europa, diz o analista da Nomura Research, Naka Matsuzawa.

As ações da Bridgestone subiram 1,4% após o Deutsche Bank melhorar sua recomendação da empresa e o banco Shinsei avançou 0,9%, com anúncio de um plano para a compra de parte das operações do Citigroup no Japão. Entre as perdas do dia, o destaque ficou com a Adastria Holdings, antiga Point Inc., que caiu 2,8% após reduzir suas previsões de lucro para o primeiro semestre do ano fiscal. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.