Kyodo/via Reuters
Kyodo/via Reuters

Tóquio registra 816 novos casos, um dia após governadores pressionarem por estado de emergência

Ministério da Saúde do Japão disse neste domingo que havia 3.045 novos infectados confirmados pelo novo coronavírus em todo o país

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de janeiro de 2021 | 08h10

TÓQUIO - A cidade de Tóquio relatou 816 novos casos diários do novo coronavírus neste domingo, 3, um dia depois que governadores da capital e prefeituras vizinhas pediram ao governo japonês para anunciar um estado de emergência para combater o recente aumento de casos. 

O primeiro-ministro, Yoshihide Suga, resistiu aos apelos por um segundo estado nacional de emergência. O governo introduziu essa medida pela primeira vez em abril, durante uma onda anterior da pandemia. Suga deve falar publicamente nesta segunda-feira, 4, sobre o assunto. 

O ministro da Economia do Japão disse no sábado, 2, que o governo precisava consultar especialistas em saúde antes de decidir sobre uma nova declaração. Como medida provisória, os restaurantes e karaokês na região de Tóquio estão sendo fechados às 20h, enquanto os estabelecimentos que servem bebidas alcoólicas devem fechar às 19h, disse ele. 

O estado de emergência anterior dependia do fechamento voluntário de empresas e restrições de viagens, em vez do tipo de medidas rígidas de bloqueio vistas em outras partes do mundo. Tóquio elevou seu alerta covid-19 ao nível mais alto em 17 de dezembro. 

Novas infecções na capital atingiram um recorde de 1.337 em 31 de dezembro. O Ministério da Saúde do Japão disse neste domingo que havia 3.045 novos casos confirmados do novo coronavírus em todo o país. Desde o início da pandemia, o Japão notificou mais de 240 mil casos do novo coronavírus e 3.548 mortes, de acordo com o ministério da saúde. /Reuters 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.