Issei Kato/REUTERS
Issei Kato/REUTERS

Tóquio registra recorde diário de novos casos de covid-19

Segundo a governadora de Tóquio, Yuriko Koike, a capacidade de resposta do sistema de saúde da capital japonesa está piorando

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2020 | 04h43

Tóquio registrou nesta sexta-feira, 31, mais de 400 casos do novo coronavírus pela primeira vez desde o início da pandemia. As 463 novas infecções fizeram o governo local decidir criar o seu próprio centro de controle e prevenção de doenças. 

A disseminação do vírus na capital japonesa está em seu pior nível e a capacidade de resposta do sistema de saúde está piorando, alertou nesta sexta-feira a governadora Yuriko Koike. 

O recorde das últimas 24 horas é registrado após a capital confirmar, na quinta-feira, 30, o maior número de casos até então, superado nesta sexta. O governo determinou que estabelecimentos de lazer noturno, karaokês e restaurantes adiantem o horário de fechamento, 

A partir de sábado, 1, Tóquio começará a montar uma equipe para criar o próprio centro de controle e prevenção de doenças, popularmente conhecido como CDC, para coordenar integralmente a investigação, análise e planejamento de políticas diante de crises como a atual. 

As autoridades esperam que o órgão esteja em funcionamento no outono, antes da temporada de gripe e quando os especialistas advertiram que os contágios do novo coronavírus podem aumentar. 

“Não devemos relaxar as medidas”, disse Koike. O Japão carece de mecanismos legais para ordenar um confinamento ou fechamento do comércio mesmo durante um estado de emergência sanitária, e, para lutar contra o vírus, apela para a responsabilidade individual para reduzir as saídas e atividades comerciais. 

O país tinha previsto encerrar em agosto a limitação de participantes em eventos públicos, que atualmente é a metade da capacidade do local, com no máximo 5 mil pessoas, mas Koike alertou que as restrições continuarão em vigência em Tóquio até pelo menos o fim do mês./EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.