Tornado arrasa cidade e mata pelo menos 89 nos EUA

Um tornado atingiu ontem a cidade de Joplin, no Estado norte-americano de Missouri, e matou pelo menos 89 pessoas, segundo informações divulgadas hoje por uma autoridade local. Não se sabe ainda o número de feridos. O governador do Missouri, Jay Nixon, decretou estado de emergência. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, enviou suas condolências às vítimas. Autoridades advertiram que o número de mortos pode subir ainda ao longo do dia, conforme ocorrem as buscas.

AE, Agência Estado

23 de maio de 2011 | 09h18

O tornado atingiu a cidade de Joplin, de 50 mil habitantes, localizada 255 quilômetros ao sul de Kansas City, perto da fronteira com Oklahoma e o Kansas, na noite de ontem. O chefe do corpo de bombeiros local, Mitch Randles, estimou que entre 25% e 30% da cidade ficou destruída. Hoje, as pessoas passavam pelos escombros buscando familiares, amigos e vizinhos, após a tempestade destruir casas e automóveis. Boa parte do sul da cidade ficou destruído, com igrejas, escolas, negócios e casas reduzidos a ruínas.

"Era uma zona de guerra", afirmou Scott Meeker, do jornal Joplin Globe, em entrevista à agência de notícias France Presse. "Nós temos centenas de feridos sendo tratados no (hospital) Memorial Hall, mas eles logo ficaram lotados e sem suprimentos, então abriram uma escola local como um centro de triagem", relatou Meeker, morador de Joplin.

Há menos de um mês, outro tornado deixou 354 mortos em sete Estados norte-americanos. O tornado que atingiu o Missouri foi o que causou mais mortes entre os 46 registrados ontem em sete Estados do país pelo Serviço Nacional de Meteorologia. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAtornadomortesMissouri

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.