STR / AFP
STR / AFP

Tornado no nordeste da China deixa seis mortos e quase 200 feridos

Com ventos que ultrapassaram os 82 km/h, tornado derrubou árvores e postes de eletricidade, prejudicando o fornecimento de energia

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de julho de 2019 | 03h30

PEQUIM - Ao menos seis pessoas morreram e quase 200 ficaram feridas na passagem de um tornado pela cidade de Kaiyuan, no nordeste da China, informaram autoridades locais nesta quinta-feira, 4.

Com ventos que ultrapassaram os 82 km/h, o tornado alcançou a cidade na quarta-feira, 3, e derrubou árvores e postes de eletricidade, prejudicando o fornecimento de energia, que ainda não foi completamente retomado. Também foi possível ver janelas quebradas e fachadas de prédios destruídas.

"As janelas da nossa casa foram totalmente destruídas, embora no final não tenhamos sofrido muitos prejuízos", disse uma moradora do município, acrescentando que, no caso de uma das famílias mais afetadas, "o tornado entrou na casa e arrancou todas as portas dos quartos".

O tornado feriu quase 200 pessoas e deixou 43 hospitalizadas, anunciou o Bureau de Segurança Pública da cidade na rede social Weibo.

Além dos danos em áreas residenciais, pelo menos 12 fábricas foram danificadas. As autoridades locais continuam fazendo um balanço dos prejuízos e informaram do resgate de 210 moradores, enquanto os esforços agora estão concentrados em "restabelecer o serviço elétrico o mais rápido possível". / AFP e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.