Tornados continuam nos EUA e matam 26 em dois dias

Tornados na segunda-feira mataram mais nove pessoas no sul dos EUA, elevando o número total de mortos para pelo menos 26 pessoas em dois dias. Desde o Alabama ao Mississippi, há relatos de imóveis danificados, caminhões tombados em estradas e postes telefônicos dobrados em ângulos de 45 graus.

AE, Agência Estado

29 de abril de 2014 | 03h06

Dezenas de milhares de consumidores estavam sem energia no Alabama, Kentucky e Mississippi, e outros milhares se abrigaram em porões e abrigos após o Serviço Climático Nacional emitir alertas e observações de tornados ao longo da noite no Alabama. Imagens de radar mostraram um tornado se dirigindo em direção à cidade de Birmingham logo após a meia-noite, no horário local.

Esse é mais um dia de condições climáticas severas, após no domingo um tornado percorrer um caminho de 130 quilômetros de destruição ao longo dos subúrbios de Little Rock, Arkansas, matando ao menos 15. Tornados ou tempestades fortes também mataram um em Oklahoma e outro em Iowa no domingo.

Na segunda-feira, mais seis pessoas morreram em Winston County, Mississippi, incluindo uma mulher dona de em uma creche, em Louisville, disse o médico legista do distrito Scott Gregory, à Associated Press. Não está claro se alguma criança estava na creche no momento, disse William McCully, porta-voz em exercício para a agência de gerenciamento de emergências do distrito.

No Alabama, o escritório legista confirmou mais duas mortes na segunda-feira, em um tornado que causou extensivo dano a oeste da cidade de Athens. A diretora do centro de emergências do distrito de Limestone, Rita White, alertou que mais vítimas podem estar presas em prédios danificados, mas disse que as equipes de resgate não conseguem chegar em algumas áreas por causa da falta de energia.

Antes da meia-noite, uma série de alertas ainda estavam ativos no Alabama, avisando sobre as severas condições climáticas que podem continuar por toda a madrugada. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Euatornados

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.