Tortura, a arma do terror da 'guerra suja'

A ditadura do general Jorge Rafael Videla usava diferentes tipos de tortura contra civis. Uma das mais temidas era a "picana elétrica", instrumento usado para assustar o gado com choques nos currais, direcionando-o ao abate ou ao embarque. Enquanto Videla reinou absoluto, ela era o terror dos presos políticos.

O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2013 | 02h01

Outra modalidade era o "submarino molhado", que consistia em afundar a cabeça de uma pessoa em uma tina d'água, cheia de excrementos humanos. Os militares também aplicavam o "submarino seco", asfixiando a vítima com um saco plástico. / A.P.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.