Total de mortos em ataque no Paquistão sobe para 102

Subiu para 102 o número de mortos do duplo ataque suicida lançado ontem numa instável região do Paquistão próxima à fronteira com o Afeganistão, disseram hoje autoridades locais. As explosões ocorridas em Yakaghund, um vilarejo de 4 mil habitantes localizado no distrito tribal de Mohmand, deixaram também pelo menos 168 feridos. Foi o mais grave atentado registrado no país este ano.

AE-AP, Agência Estado

10 de julho de 2010 | 09h23

Esta região do noroeste paquistanês há anos sofre com a violência promovida por militantes dos grupos extremistas Al-Qaeda e Taleban. As bombas foram detonadas nas imediações do escritório de Rasool Khan, um vice-administrador de Mohmand. Segundo Khan, que escapou ileso do ataque, entre 70 e 80 estabelecimentos comerciais foram danificados ou destruídos pelas explosões. Uma prisão local também foi atingida, permitindo a fuga de 28 criminosos comuns (não militantes).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.