TPI condena general por massacre de Srebrenica

O Tribunal Penal Internacional para a ex-Iugoslávia condenou ontem à prisão perpétua o general servo-bósnio Zdravko Tolimir pelo papel que exerceu no massacre de Srebrenica, de 1995, em que mais de 8 mil bósnios de origem muçulmana foram assassinados. Tolimir - braço direito de Ratko Mladic, cujo julgamento por crimes de guerra e contra a humanidade começou em maio - foi considerado culpado por genocídio e outras seis acusações, entre elas, extermínio, homicídio, perseguição e deslocamento forçado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.