Trabalhador da usina de Fukushima morre após desmaio

Um trabalhador da usina nuclear de Fukushima Daiichi morreu neste sábado após sofrer um desmaio, informou a operadora da central, a Tokyo Electric Power Company (Tepco).

AE-AP, Agência Estado

14 de maio de 2011 | 12h00

O homem, na faixa dos 60 anos, perdeu a consciência quando carregava equipamentos em um edifício da usina. Ele faleceu depois der ser hospitalizado.

A Tepco disse ainda não saber a causa da morte, mas destacou que não foram detectados níveis perigosos de radiação no corpo do funcionário, que trabalhava na usina há apenas dois dias. Segundo a Tepco, o trabalhador usava traje, máscaras e luvas de proteção contra radiação quando ocorreu o incidente.

Foi o primeiro caso de morte ocorrido em Fukushima Daiichi desde que o terremoto e tsunami de 11 de março danificaram a central, causando uma série de explosões, incêndios e vazamentos radioativos, no segundo pior acidente nuclear da história. No dia da tragédia em si, dois funcionários foram encontrados mortos em um porão da central.

Cerca de 80 mil pessoas em um raio de 20 quilômetros a partir da usina foram forçadas a abandonar suas casas por conta dos vazamentos.

A polícia japonesa estima que mais de 24,5 mil pessoas foram mortas pela dupla catástrofe de março. Destas, cerca de 9,5 mil continuam desaparecidas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãoFukushimamorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.