Trabalho dos inspetores na Síria deve começar até 3ª

O trabalho dos inspetores internacionais que têm como objetivo identificar e destruir o arsenal de armas químicas da Síria deve começar até terça-feira da semana que vem. A operação terá início depois que um documento elaborado para evitar ataques militares for aprovado pela Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPCW, na sigla em inglês) nesta sexta-feira.

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2013 | 08h50

O conselho executivo de 41 membros da OPCW deve se reunir às 17h (de Brasília) em Haia para discutir o projeto que estabelece as "regras e os regulamentos" do desarmamento químico da Síria. A expressão foi usada pelo secretário de Estado dos EUA, John Kerry, e o documento também foi assinado por Damasco.

A Síria concordou em abrir mão de suas armas químicas, como parte de um acordo russo-americano feito no início deste mês. O plano de EUA e Rússia foi elaborado depois que Washington ameaçou uma ação militar em resposta ao ataque químico de 21 de agosto nos arredores de Damasco.

Os inspetores poderão visitar qualquer lugar "identificado por um Estado-membro que possa ter participado no programa de armas químicas da Síria", diz o esboço do documento visto pela AFP. O acordo inicial entre EUA e Rússia já estabelecia que os locais declarados por Damasco seria analisados.

O esboço diz, porém, que tais questões poderiam ser resolvidas através de "consultas e cooperação", e que o diretor-geral da organização, Ahmet Üzümcü, pode julgar as alegações sobre armas químicas escondidas como "injustificadas".

Em casos de não conformidade com o plano, que estipula que todas as armas químicas da Síria e instalações devem ser destruídas em meados de 2014, a OPCW discutirá a acusação e "trará a questão ou o assunto... diretamente para atenção da Assembleia Geral das Nações Unidas e para o Conselho de Segurança das Nações Unidas".

A Síria é obrigada a fornecer mais detalhes sobre o seu arsenal de armas químicas dentro de sete dias de acordo com o esboço que está sendo adotado pela OPCW. Todas as instalações de armas químicas da Síria devem ser inspecionadas no prazo de 30 dias após o documento ser aprovado.

A reunião de sexta-feira da OPCW ocorre depois que os EUA e a Rússia chegaram a um acordo sobre um projeto de resolução do Conselho de Segurança da ONU sobre armas químicas da Síria, o que encerrou um longo impasse. O Conselho de Segurança de 15 membros deve votar a resolução a partir desta sexta-feira, após a reunião da OPCW. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
síriaarmas químicas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.